A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, nesta quinta-feira, a detenção de dois homens suspeitos da autoria de dois focos de incêndio florestal ateados no passado dia 17, em Ponte de Lima.

Em comunicado, a PJ, através do Departamento de Investigação Criminal de Braga, refere que "os detidos, um de 19 anos, desempregado, e outro, de 29 anos, pastor”, vão, entretanto, ser presentes às autoridades judiciárias para aplicação das medidas de coação.

"Os dois focos de incêndio foram ateados no passado dia 17, numa localidade daquele concelho [Ponte de Lima], tendo sido prontamente combatidos por populares e bombeiros, evitando-se, assim, a ocorrência de avultados danos, materiais e até pessoais, considerando a existência de habitações na zona envolvente", especificou a polícia.

Este ano, a PJ já identificou e deteve 74 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.