A Polícia Judiciária deteve e identificou, em colaboração com a GNR, um homem suspeito de ter ateado um incêndio florestal no concelho de Resende, revelou aquela força de segurança.

De acordo com o comunicado, o arguido, na noite de segunda-feira, «terá ateado fogo, com recurso a um isqueiro, em zona de mato e floresta, tendo ardido cerca de oito hectares, recaindo sobre o mesmo suspeitas da autoria de outros incêndios».

Com a colaboração da GNR, a Diretoria do Norte da Polícia Judiciária identificou e deteve este homem, de 23 anos, «solteiro, sem profissão e sem antecedentes criminais, que terá atuado num quadro de alcoolismo e de um conflito de natureza passional».

O suspeito será presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

De acordo com o mesmo comunicado, em 2013, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 44 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal, escreve a Lusa.