Um total de 460 operacionais combatia na manhã de hoje três grandes incêndios em Portugal Continental, com mais de 300 homens no combate às chamas do fogo no concelho de Pampilhosa da Serra, no distrito de Coimbra.

Segundo a página de Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), o incêndio que deflagrou pelas 23:21 de sexta-feira na localidade de Castanheira, na freguesia de Fajão-Vidual, concelho de Pampilhosa da Serra, distrito de Coimbra, estava pelas 07:33 a ser combatido por 320 homens, apoiados por 97 veículos.

O combate a este incêndio foi reforçado durante a noite, depois de, por volta das 04:00, estarem no terreno 231 elementos, apoiados por 70 meios terrestres.

Também o incêndio rural no distrito da Guarda, que deflagrou no início da noite de hoje, pelas 00:20, na localidade de Águas Belas, na freguesia de Sortelha, e concelho do Sabugal, registou um ligeiro reforço de meios, estando pelas 07:33 a ser combatido por 82 operacionais, apoiados por 20 veículos.

Outro fogo na freguesia de Alvadia, concelho de Ribeira de Pena, distrito de Vila Real, que também deflagrou hoje pelas 01:30, estava à mesma hora a ser combatido por 58 bombeiros apoiados por 17 viaturas ligeiras.

Já esta madrugada, foi dominado o incêndio florestal que deflagrou ao início da tarde de sexta-feira na localidade de Pipa e freguesia de Vila Cã, concelho de Pombal, distrito de Leiria, que provocou cinco feridos ligeiros, incluindo dois bombeiros, estes na sequência do despiste da viatura em que seguiam.

De acordo com a página da ANPC na internet, pelas 07:33, o território do continente era atingido por um total de 55 incêndios florestais, 34 dos quais ativos, quatro em resolução e 17 em conclusão, mobilizando, no seu conjunto 1.283 operacionais e 388 viaturas.