A GNR informou esta sexta-feira ter detido em Monção duas mulheres, de 48 e 54 anos, por serem «presumíveis autoras» de um incêndio florestal que deflagrou naquele concelho.

Fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo disse que as duas mulheres foram apanhadas em «flagrante delito», cerca das 15:00 de quinta-feira, mas sem acrescentar mais pormenores sobre a detenção.

O incêndio florestal em causa, que consumiu cerca de mil metros quadrados, deflagrou nessa mesma tarde, no lugar de Mato, freguesia de Sá, em Monção, tendo sido extinto pelas 17:00, «após intervenção dos bombeiros voluntários de Monção», segundo a GNR.

Ambas as detidas serão presentes hoje ao tribunal de Monção para aplicação de eventuais medidas de coação, acrescenta a Guarda.

De acordo com dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), em todo o país já deflagraram 658 incêndios florestais desde 1 de março.

O passado domingo, 16 de março, foi o mais crítico do ano até ao momento, com os bombeiros a mobilizarem 723 operacionais e 201 viaturas no combate a 74 incêndios em todo o país, segundo a ANPC.