A Polícia Judiciária (PJ) informou esta quarta-feira que deteve um homem pelo crime de um incêndio no lugar de Cumeada, Freixianda, concelho de Ourém, elevando para 47 o número de suspeitos identificados por aquela força policial.

O último detido, que tem 36 anos, é solteiro, pedreiro de profissão e terá agido «por impulso, associado a um quadro de alcoolismo», segundo a PJ.

«Fortemente indiciado de, ontem [terça-feira], cerca das 17:10, ter ateado um foco de incêndio em mato e floresta povoada por pinheiros e eucaliptos, com recurso a um isqueiro», adiantou a mesma fonte.

No comunicado, destaca-se o facto de ter «ardido uma área de cerca de 3.000 metros quadrados, que só não atingiu maiores proporções devido à pronta intervenção dos populares, de várias corporações de bombeiros, GIPS [Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro] da GNR e dos meios aéreos».

O homem «irá ser sujeito a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas», pode ler-se no comunicado da PJ.