Um homem de 50 anos foi detido por suspeita de ter ateado fogo com "recurso a fósforos e em três locais distintos mas aproximados entre si", na freguesia de Alvarães, em Viana do Castelo.

Em comunicado, a PJ de Braga referiu que o homem, desempregado e residente naquela freguesia da margem esquerda do rio Lima, "terá atuado movido por sentimentos de vingança e num quadro de consumo excessivo de álcool".

O incêndio florestal ocorreu na quarta-feira, pelas 20:00, e consumiu uma área total aproximada de 1.300 metros quadrados de floresta composta por eucalipto e pinheiro, não tendo tomado outras proporções dada a pronta intervenção dos bombeiros".

A PJ especifica que "os factos testemunhados permitiram a localização, identificação e detenção do suspeito", efetuada em colaboração com os militares do posto da GNR de Barroselas, naquele concelho.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Este ano, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 62 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Veja também: