A Polícia Judiciária de Braga deteve um madeireiro de 52 anos suspeito de ter ateado um incêndio florestal numa freguesia de Fafe, registado a 23 de agosto, informou, esta quarta-feira, aquela força.

Em comunicado, a PJ refere que o incêndio consumiu uma área de 5.000 metros quadrados de mato, eucaliptos, carvalhos e vegetação rasteira.

Acrescenta que não fosse a rápida intervenção dos bombeiros o incêndio teria consumido uma maior área florestal e, eventualmente, habitações próximas.

A detenção foi feita "com a colaboração" da GNR de Fafe.

O detido vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das respetivas medidas de coação.