Às portas de Lisboa, as chamas obrigaram ao corte do trânsito na CREL, no nó de Belas e em várias artérias do IC16, consequência de um incêndio na Amadora, na terça-feira.

O fogo começou no mato paralelo à estrada com duas frentes ativas, mas chegou a atingir as quatro frentes que foram combatidas por 128 operacionais e 36 veículos.

Fonte do comando distrital de operações de socorro de Lisboa adiantou que o fogo chegou perto de duas habitações.

O incêndio foi dominado por volta das 20 horas.