Três helicópteros estiveram a combater um incêndio em Avelar, concelho de Ansião, em Leiria, fogo que obrigou ao corte da autoestrada A13.

Uma equipa de reportagem da TVI esteve no local e comprovou que havia um grande foco de incêndio na região. A aldeia de Avelar chegou a estar em risco.

Um foco de incêndio surgiu a cerca de 200 metros do posto de comando operacional. De forma inesperada, as chamas chegaram perto da vila.

Ao quilómetro 174 da A13, junto ao cruzamento com o IC8, que vai para Avelar, uma equipa de reportagem da Lusa parou e, ladeada por um elemento da Proteção Civil, acompanhou por alguns minutos o combate de três helicópteros, e várias carrinhas de bombeiros.

A circulação na A13, que liga Entroncamento a Coimbra, estava interrompida, e pelo local circulavam apenas as autoridades de segurança e combate ao incêndio - a Lusa viu, por exemplo, corporações dos bombeiros de Carnaxide e de Vila Franca de Xira.

De acordo com a informação divulgada na página na Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), a nível nacional lavravam, pelas 12:15 de hoje, três grandes incêndios nos distritos de Leiria e de Coimbra.

O incêndio que envolve mais meios no terreno continua a ser o de Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, que deflagrou na tarde de sábado e que se mantém em curso, encontrando-se a ser combatido por 1.223 operacionais, apoiados por 410 veículos e nove meios aéreos.

O fogo em Pedrógão Grande já provocou 64 mortos e mais de 150 feridos.