O incêndio na freguesia de Amêndoa, concelho de Mação, “está praticamente apagado”, disse o comandante dos Bombeiros Voluntários locais, acrescentando que o que deflagrou na freguesia de Envendos, no mesmo concelho, ainda tem zonas ativas.

Pedro Jana acrescentou que, no combate às chamas nos dois incêndios, chegaram a estar envolvidos mais de 500 bombeiros.

Estes dois incêndios no concelho de Mação começaram ao final da tarde, tendo sido mobilizados um total de 528 operacionais apoiados por 156 viaturas: 310 bombeiros e 91 viaturas no incêndio de Amêndoa e 218 bombeiros e 65 viaturas para o fogo em Envendos.

O primeiro incêndio deflagrou pelas 17:23, na localidade de Vinha Velha, freguesia de Amêndoa, enquanto o da localidade de Ameixial, freguesia de Envendos, começou pelas 18:18.

Em declarações à agência Lusa, cerca das 23:30, o comandante dos Bombeiros Voluntários de Mação adiantou que o incêndio na freguesia de Amêndoa “está praticamente apagado” e em fase de rescaldo, enquanto o da freguesia de Envendos ainda tem zonas ativas.

Pedro Jana disse ainda ter a expectativa que os incêndios estejam extintos “nas próximas horas”.

 

100 bombeiros e seis meios aéreos em Moura

Já em Moura, distrito de Beja, o incêndio que lavrou este sábado à tarde numa área de mato na zona de Sobral da Adiça, foi dominado pelos bombeiros às 20:11, revelou a Proteção Civil.

O Comando Distrital de Operações de Socorro de Beja explicou à agência Lusa que as duas frentes que estavam ativas foram consideradas “dominadas”.

O combate às chamas, às 20:40, mobilizava 114 operacionais, apoiados por 37 viaturas.

Os seis meios aéreos que, durante a tarde, participaram no combate ao fogo foram desmobilizados ao final da tarde, abandonando o teatro de operações.

O incêndio, para o qual foi dado alerta aos bombeiros às 14:44, lavrou numa área de mato, sem ameaçar habitações, na zona de Sobral da Adiça e chegou a entrar na freguesia de Vila Verde de Ficalho, no vizinho concelho de Serpa, igualmente no distrito de Beja.