O fogo que desde quarta-feira lavra no concelho de Penacova, distrito de Coimbra, está dominado, de acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) na internet.

No local mantinham-se, no entanto, pelas 20:30, mais de meio milhar de operacionais, apoiados por cerca de centena e meia de viaturas e um meio aéreo, de acordo com a ANPC.

A estrada nacional (EN) 110, que liga Coimbra a Penacova, continua cortada ao trânsito na zona de Foz do Caneiro, disse à agência Lusa fonte do Comando Territorial da GNR em Coimbra, adiantando que as outras vias que foram encerradas, devido ao incêndio, já estão reabertas à circulação.

O fogo teve origem na zona de São Mamede, perto da EN 110, igualmente na freguesia de Lorvão, concelho de Penacova, pelas 18:22 de quarta-feira, tendo progredido na direção a Coimbra, Penacova e para a Serra do Carvalho, no concelho de Vila Nova de Poiares, cuja floresta também foi atingida.

Este incêndio resultou de um outro, que tinha deflagrado nas imediações de Paradela, igualmente na freguesia de Lorvão, concelho de Penacova, pelas 13:00 de quarta-feira.

O fogo, na zona de Paradela, foi dominado pelas 23:30 de quarta-feira e continuava, pelas 20:30 de hoje, em fase de conclusão, mantendo-se no local 55 operacionais e 15 viaturas.