O incêndio que lavrou este domingo no concelho de Penacova estava dominado às 16:15 e em algumas zonas decorriam a esta hora trabalhos de rescaldo, disse à agência Lusa o presidente da Câmara Municipal.

Humberto Oliveira adiantou que o fogo evoluiu “sempre em povoamento florestal”, sem ter causado danos pessoais ou em habitações.

Às 16:15, estavam ainda no local do incêndio 237 operacionais, com 66 viaturas, e um meio aéreo continuava mobilizado para combate, segundo a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil, que considera a ocorrência em fase de conclusão.

O incêndio deflagrou na madrugada de hoje, pouco antes das 06:00, no Caneiro, freguesia de Lorvão, “numa zona de difícil acesso virada para o rio Mondego”, disse ainda o presidente da Câmara de Penacova.

Este fogo, no distrito de Coimbra, foi considerado extinto algum tempo após a sua eclosão, mas veio a registar um reacendimento cerca das 12:00.