Um incêndio numa loja de produtos chineses, situada num prédio habitacional no centro de Salvaterra de Magos, em Santarém, obrigou hoje à retirada de 28 moradores e 12 utentes de um lar, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

O fogo, que teve início pelas 16:00, provocou dois feridos ligeiros, um bombeiro por inalação de fumo e ainda um civil, por stress. Deflagrou numa loja no rés-do-chão de um "edifício de três andares". O estabelecimento ficou totalmente destruído.

Ao início da noite, pelas 21:15, o fogo estava praticamente extinto, segundo o presidente da câmara municipal de Salvaterra de Magos, Hélder Esménio.

O fogo começou cerca das 16:00 num armazém a apoio a uma loja de chinês, os bombeiros agiram rapidamente e foram mobilizadas 35 viaturas, incluindo da GNR e 98 operacionais”

A existência de “muito material combustível” forçou à evacuação dos 12 apartamentos do prédio onde se encontrava esta loja, num total de 28 pessoas, informou, aqui citado pela Lusa.

Aparentemente o fogo não passou aos pisos de habitação, os bombeiros estão a tentar apaga-lo integralmente, e depois será efetuada uma vistoria ao prédio”.

Segundo o autarca, há seis habitações da Santa Casa da Misericórdia disponíveis "de imediato", mas "parece que não vai haver essa necessidade" de realojamento das famílias. É algo que está a ser avaliado.

Antes, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) tinha referido à Lusa que o incêndio “num edifício de três andares” tinha forçado à retirada dos moradores.

As chamas foram combatidas por 88 operacionais apoiados por 30 viaturas.

O incêndio obrigou “logo” à retirada dos habitantes dos andares superiores. Depois, "por precaução", foram retirados 12 utentes de um lar que se encontra próximo do armazém.