Uma aldeia e uma praia fluvial foram evacuadas no concelho de Gavião, distrito de Portalegre, por causa do incêndio que, desde ontem, chegou ao concelho vindo de Mação, onde 90% da área ardeu. A câmara de Gavião decidiu, ao início da noite, ativar o Plano de Emergência Municipal.

As chamas avançam com muita intensidade em direção à sede de concelho. A aldeia do Cadafaz foi evacuada, mas houve moradores que se recusaram a sair. A praia evacuada é a do Alamal, junto ao rio Tejo. 

O incêndio chegou mesmo às casas em Belver, contornou a vila de Gavião e dirige-se nesta altura em direção às aldeias de Degracia e Atalaia. Está muito violento, tem várias frentes ativas, não está fácil. Neste momento há populações em risco”

O autarca José Pio disse ainda, à Lusa, que "já chega de terrorismo". "Isto é uma imagem dantesca, aquilo que nós temos observado nos últimos dias. Há fogo por todo o lado, as pessoas estão desesperadas ao ver arder o trabalho de uma vida, isto não pode continuar assim”. Defende, por isso, que os incendiários devem ser “punidos exemplarmente”, exortando o Governo a “alterar leis” nesse sentido.

Já não acredito mais em deflagrações espontâneas, isto acontece porque tem que acontecer e os incendiários espalhados de uma forma brutal, isto já me cheira a crime organizado”.

De acordo com a página da ANPC na internet, às 20:45 o incêndio do Gavião tinha no combate 472 operacionais, ajudados por 157 veículos.

Veja também:

As autoridades foram apanhadas de surpresa durante a tarde. "Não havia operacionais deste lado do Tejo", constatou José Pio, considerando que, naquela zona, seriam necessários "todos os meios possíveis".

A praia fluvial do Alamal estava na altura “cheia de gente”, tendo as pessoas sido aconselhadas a ir para o centro da vila de Gavião.

As chamas lavram com muita intensidade, a uma velocidade enorme e em direção à sede de concelho".

Durante a tarde já tinham sido retiradas cerca de 150 pessoas das aldeias de Torre Cimeira e Torre Fundeira e encaminhadas para as instalações do lar de idosos de Belver e para a Santa Casa da Misericórdia de Gavião.