Um homem foi detido por suspeita de ter ateado cinco focos de incêndio florestal no concelho de Santa Comba Dão, distrito de Viseu, entre 8 e 11 de julho, foi anunciado esta quarta-feira.

A Polícia Judiciária (PJ) “procedeu à detenção de um homem, solteiro, padeiro, pela presumível prática de cinco crimes de incêndio florestal, em terrenos povoados com mato, acácias e lenha”, informa, num comunicado enviado esta quarta-feira à agência Lusa, aquela força policial.

O suspeito, de 51 anos, “ateou os incêndios por gostar de ver os bombeiros a combater as chamas”, refere a mesma nota da Diretoria do Centro da PJ.

A operação foi desenvolvida em colaboração com a GNR (Guarda Nacional Republicana), acrescenta a Judiciária.

O detido, cujos crimes terão sido praticados nos dias 8, 9 e 11 de julho deste ano, “vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas”.

Em 2017, a Judiciária já identificou e deteve 37 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.