Um homem de 91 anos morreu esta segunda-feira no hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, enquanto esperava atendimento urgente.
 
A TVI sabe que o doente deu entrada por volta das 19:00 nas urgências, devido a uma queda, e foi reencaminhado para o balcão de Traumatologia com pulseira laranja, o que indica que devia ter sido atendido em 10 minutos.

Cerca de 50 minutos depois, o idoso foi visto por um médico, que o mandou fazer análises, raio-x e TAC. O utente esteve cerca de 90 minutos a aguardar pelos resultados dos exames. 

Acabou por morrer numa maca, três horas depois, num corredor junto à secretaria da unidade. Os médicos ainda tentaram reanimar o homem, mas sem sucesso.
 
Entretanto, a equipa do serviço de urgência do hospital foi reforçada com mais uma auxiliar e mais uma enfermeira.

Segundo a TVI apurou no local, as urgências do São Francisco Xavier estão mais calmas esta manhã. Fonte do hospital garantiu que a administração do hospital está reunida, pelo que durante a manhã não haverá uma reação oficial.

Antes deste caso, havia notícia de sete mortes em urgências hospitalares só nas últimas semanas.
 
O Ministério da Saúde revelou que estas mortes estão a ser avaliadas, para perceber se estão relacionadas com o tempo de atendimento, e garantiu que, se for o caso, serão apuradas as responsabilidades.