Klebsiella Pneumoniae

recomendações


“Aquela que suspeitamos que tenha sido a origem deste surto foi uma doente que estava internada com uma complicação pós-operatória na cirurgia. E chegámos a esta conclusão porque o primeiro caso era um doente que tinha sido admitido há pouco tempo” e partilhou a mesma unidade de pós-operatório, explicou a responsável.





“Tivemos que desencadear procedimentos para caracterizar essa bactéria [o] que nos levou algum tempo porque não tínhamos técnicas para efetuar isso. Tivemos que adquirir técnicas e kits para classificar e foi quando verificámos que estávamos perante uma bactéria Klebsiella”, referiu.







Novo contágio é "pouco provável" 





“Depois, são feitas as respetivas desinfeções em profundidade das enfermarias”, assinalou Margarida Mota, segundo a qual a desinfeção “já está a ser feita há algumas semanas”.