"Três doentes [reclusos] foram hoje transferidos para o estabelecimento prisional de Castelo Branco por se manterem estáveis e com boa evolução", refere o Conselho de Administração da ULS de Castelo Branco em comunicado enviado à agência Lusa.