Um dos suspeitos no envolvimento da morte de um cidadão português em Marbelha, na sequência de uma rixa na quarta-feira numa rua daquele município espanhol, ficou em prisão preventiva.

Fontes judiciais avançaram à agência EFE que o juiz de instrução decretou a prisão preventiva a um dos dois homens suspeitos na morte do português, tendo em conta que tem uma maior implicação nos factos e existe o risco de fuga.

O outro dos detidos, que está a ser investigado pelo crime de homicídio, foi libertado pelo juiz, tendo ficado obrigado a comparecer em tribunal de quinze em quinze dias.

As autoridades estão a investigar o caso e os dois suspeitos, de nacionalidade Checa, podem ser acusados de homicídio, mediante os resultados dos testes forenses que vão determinar se foi um homicídio intencional ou por negligência

Na quarta-feira à tarde um cidadão de português, de 44 anos, morreu na sequência de uma rixa, numa rua de Elviria, no município espanhol de Marbelha.

Segundo a polícia local, o português não apresentava lesões externas, enquanto um dos suspeitos sofreu ferimentos ligeiros causados por uma faca.