O Tribunal de Vila Real decretou hoje a prisão preventiva ao homem suspeito de ter matado a tiro um primo na noite de passagem de ano, na aldeia de Lamas de Olo, disse fonte judicial.

O crime ocorreu na noite da passagem de ano, no domingo, na aldeia de Lamas de Olo. O alerta para o crime foi dado pelas 21:30 de segunda-feira, na noite de passagem de ano.

O alegado autor dos disparos foi ouvido no tribunal de Vila Real esta terça-feira.

O suspeito, com 68 anos, está indiciado pela morte de um primo, de 42 anos, sobre quem terá disparado, à queima-roupa, um tiro de caçadeira.

A vítima, que foi atingida na cabeça, estava dentro da própria viatura, numa rua da aldeia de lamas de Olo, localizada na serra do Alvão.

O suspeito foi detido na mesma noite pela GNR e depois entregue à Polícia Judiciária (PJ), a quem cabe a investigação do caso.