Duas pessoas foram mortas e uma ficou gravemente ferida, no concelho de Santana, na Madeira, este domingo. A informação foi confirmada por fonte da Polícia Judiciária, que está a investigar o duplo homicídio.

O caso ocorreu ao princípio da madrugada, numa residência naquele concelho do norte da ilha. O alerta foi dado pelos vizinhos.

A TVI apurou que o suspeito, de 51 anos, terá aguardado que as vítimas adormecessem. Já depois da meia-noite, terá disparado mortalmente contra a mãe, de 74 anos, e a irmã, de 53, ferindo também gravemente o pai, de 78 anos.

O pai, baleado na cabeça, foi internado no Hospital Central do Funchal, encontrando-se na unidade de cuidados intensivos, com prognóstico reservado. 

A Polícia Judiciária (PJ) confirmou apenas as mortes e o ferido grave, recusando-se a adiantar mais pormenores sobre a ocorrência, mas a TVI apurou que o suspeito já foi detido pelas autoridades policiais.

Os crimes terão sido cometidos com uma caçadeira e estarão relacionados com partilhas de bens.

Os pais eram emigrantes em França e estavam de férias na Madeira, de onde eram naturais. A irmã era residente no Algarve, mas também estava de férias na ilha. 

O suspeito reside em Santana e era tido como uma pessoa problemática.