O homem de 65 anos que terá matado a irmã e esfaqueado a mãe, no passado sábado, na aldeia de Meixedo, em Montalegre, vai aguardar o desenvolvimento do processo em prisão preventiva, anunciou esta terça-feira à Lusa fonte policial.

O alegado homicida - que foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) de Vila Real, no domingo, em Braga, depois de um dia em fuga - ficou sujeito à medida de coação mais gravosa.

O suspeito, ex-emigrante na Alemanha, terá matado a irmã, de 61 anos, com três facadas, e esfaqueado a mãe, de 80 anos, que está internada no Hospital de Chaves, mas não corre perigo de vida.

O crime aconteceu junto à casa da vítima mortal, que tinha ao seu cuidado a mãe, e do suspeito, dado serem vizinhos.

As discussões entre os dois irmãos, motivadas por assuntos familiares, eram frequentes desde há um ano, altura em que deixaram de falar um com o outro.