O segundo dia de buscas para encontrar o banhista desaparecido na terça-feira, no mar da Nazaré, terminou sem sucesso, informou fonte da Capitania do Porto da Nazaré.

As buscas no mar e em terra, que decorriam desde as 07:00, foram interrompidas cerca das 20:00, depois de «os meios envolvidos terem batido quer o mar quer as praias a norte a sul da Nazaré», disse à Lusa o capitão do porto, Lourenço Gorricho.

O homem está desaparecido desde as 11:30 de terça-feira, quando, juntamente com a mulher, foi arrastado por uma onda numa altura em que os dois caminhavam à beira-mar.

O casal passeava numa zona não vigiada da praia cujas áreas concessionadas tinham a bandeira vermelha hasteada devido à forte ondulação.

A mulher, de 55 anos, foi resgatada com vida pelos nadadores salvadores e foi assistida no Hospital Santo André, em Leiria.

As buscas, que na terça-feira envolveram meios dos bombeiros, a polícia marítima e da capitania foram hoje reforçadas com uma Lancha de Fiscalização Rápida da Marinha Portuguesa, aumentando para quatro o número de embarcações.

Lourenço Gorricho disse à Lusa que as buscas, interrompidas devido à falta de visibilidade, serão retomadas na quinta-feira de manhã, estando as autoridades a «adaptar a estratégia de busca às operações que se julguem mais adequadas».