Mias de 40 operacionais realizaram, esta quinta-feira buscas para localizar eventuais ocupantes de uma viatura ligeira que foi vista a afundar-se na barragem do Caldeirão, nas proximidades da cidade da Guarda. Pelas 11:00, depois da intervenção de uma equipa de mergulhadores de Viseu, chegaram à conclusão de que não estava ninguém dentro do carro, disse fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda.

Os proprietários foram ao local e disseram que o veículo foi furtado e que fizeram queixa na GNR”, disse, indicando que o caso está a ser investigado pelas autoridades policias.

Em declarações à TVI, o comandante dos Bombeiros Voluntários da Guarda disse que o carro está a 15 metros da margem.

A situação está classificada como acidente, mas as autoridades colocam todas as hipóteses, incluindo a de ser uma viatura roubada, que tenha sido lançada à água para esconder provas. 

Estiveram no local um total de 43 elementos, 13 viaturas e duas embarcações dos Bombeiros Voluntários da Guarda, dos mergulhadores de Viseu, da GNR e da Polícia Judiciária.