Quatro mortos, 18 feridos graves e 250 feridos ligeiros é o balanço da segunda fase da operação «Hermes ¿ Viajar em Segurança», divulgou esta terça-feira a Guarda Nacional Republicana (GNR), que levou a cabo 1.879 ações de prevenção.

Em comunicado, a GNR adianta que a segunda fase da operação Hermes decorreu entre as 14:00 do dia 12 de julho e as 20:00 do dia 15 de julho, tendo por objetivo «regular a fluidez do tráfego» e garantir o apoio a todos os cidadãos que se deslocavam para locais de veraneio ou outros eventos «próprios desta altura do ano».

«Durante a segunda fase da operação ocorreram 661 acidentes, menos 131 que em igual período do ano anterior, dos quais resultaram quatro mortos, 18 feridos graves e 250 feridos leves, correspondendo a menos três vítimas mortais, menos três feridos graves e menos 31 feridos leves, comparativamente com igual período de 2012», revela a GNR.

Acrescenta, por outro lado, que foram realizadas 1.879 ações preventivas com 4.949 militares da Unidade Nacional de Trânsito e dos comandos territoriais, cuja ação esteve centrada nos excessos de velocidade, nos casos de condução sem carta, consumo de álcool ou drogas, não utilização dos cintos de segurança ou uso indevido de telemóveis.

De acordo com a GNR, haverá ainda mais três fases da operação Hermes, que irão decorrer entre 31 de julho e 01 de agosto, 14 de agosto a 15 de agosto e 30 de agosto a 01 de setembro.