Na última semana, a GNR efetuou quase 600 detenções em flagrante delito e apreendeu 2,98 quilogramas de haxixe. Ao certo, foram 593 detenções: 241 deveram-se à condução sob efeito de álcool, 84 a condução sem habilitação legal, 59 a tráfico de droga, 58 a posse ilegal de arma e sete a furto.

A quantidade de haxixe apreendido equivale a perto de 6.000 doses, segundo o comunicado da Guarda, que especifica que o balanço é entre dia 5 e 11 de agosto. Foram também apreendidas 180 doses de heroína, 98 doses de cocaína, 30 plantas de cannabis e 17 veículos.

Para além disso, constam no leque igualmente 14 armas de fogo, 90 armas brancas, 616 artigos e 4.330 euros em numerário.

Na área do trânsito, esta força militar detetou 10.166 infrações, das quais destaca 2.857 por excesso de velocidade, 712 por condução com taxa de alcoolemia superior ao permitido por lei, 433 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças (cadeira) e 354 por falta de inspeção periódica obrigatória do veículo.

Foram ainda detetadas 177 infrações relacionadas com tacógrafos e 145 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

Estas ações destinam-se, particularmente, a prevenir e combater a criminalidade violenta e à fiscalização rodoviária. A GNR vai, de resto, intensificar a vigilância nas estradas até segunda-feira.