A GNR de Lisboa identificou e deteve, esta terça-feira, uma empregada doméstica, de nacionalidade estrangeira, com cerca de 40 anos, por furto de artigos de joalharia do interior de uma residência, com os prejuízos a ascenderem os cinco mil euros.

Segundo um comunicado emitido pela Guarda Nacional Republicana, a lesada, residente na zona da Amoreira, em Alcabideche, denunciou o delito que desencadeou uma investigação com objetivo de localizar a suspeita e os objetos furtados.

As buscas «culminaram na detenção da suspeita e na recuperação de um relógio e três anéis em ouro, em lojas de compra de valores na zona de Cascais, tendo estes sido avaliados em cerca de dois mil euros», confirma o comunicado.

A suspeita, em situação ilegal no território nacional, segundo foi também apurado, foi constituída arguida e está agora sujeita a Temo de Identidade e Residência.