A GNR anunciou hoje a detenção de uma mulher, de 59 anos, suspeita de ter ateado fogo numa zona de mato nas proximidades de Avintes, Vila Nova de Gaia, distrito do Porto.

Em comunicado, a GNR refere que a mulher foi detida pelas 20:30 de sexta-feira por militares do Núcleo de Investigação criminal daquela força policial de Gaia.

Na ocasião da detenção, acrescenta, a mulher, que “é a principal suspeita pela autoria do incêndio que deflagrou numa zona de mato nas proximidades da localidade de Avintes, que colocou em sério risco uma zona arborizada e de habitações, mas que foi extinto graças à pronta intervenção de populares”, encontrava-se alcoolizada.

“Em 2016, a GNR deteve 11 pessoas e identificou 298 pelo crime de incêndio florestal”, conclui.

A suspeita vai agora ser presente a tribunal para interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.