Militares da GNR apreenderam esta sexta-feira mais de 200 mil cigarros, na fronteira de Vilar Formoso, a bordo de um autocarro de passageiros proveniente de Espanha, tendo sido "identificados cinco suspeitos, com idades compreendidas entre os 20 e os 40 anos".

Foram detetados 12.141 maços de tabaco acondicionados em 20 caixas de tabaco com 50 volumes cada, correspondente a 200 mil cigarros", refere o comunicado da GNR, enviado à TVI24.

De acordo com a GNR, "a mercadoria apreendida tem um valor estimado de 42 mil euros, o que se traduz numa evasão fiscal de vinte e cinco mil euros de imposto tributário, acrescido de cerca de dez mil euros de I.V.A."

O tabaco era produzido na Africa do Sul, com entrada em território europeu por via aérea, sendo posteriormente distribuído para diferentes países por via terrestre, nomeadamente para Portugal", refere a GNR.

A inspeção, que se inseriu no âmbito da Operação “Ano Novo” da GNR, indentificou cinco pessoas, tendo sido "elaborados os respetivos autos de contraordenação".