Um militar do Destacamento de Trânsito da GNR de Torres Vedras foi detido por suspeitas de corrupção, disse esta quinta-feira à Lusa fonte policial.

O suspeito foi presente a tribunal, estando suspenso das funções e a aguardar julgamento com termo de identidade e residência, depois de ter sido constituído arguido.

Num comunicado enviado hoje, a GNR confirmou que o militar do Destacamento de Trânsito de Torres Vedras foi detido por suspeitas de corrupção, tendo sido aberto um processo disciplinar interno para apuramento das responsabilidades criminais.

Aquela força policial adianta que tem estado a colaborar com a investigação, da responsabilidade da Polícia Judiciária.

O militar é suspeito de receber dinheiro de um empresário, também detido, para que este não fosse sancionado por contraordenações, revelou a PJ.

Em comunicado, a Judiciária adiantou que a detenção de ambos ocorreu em flagrante delito na terça-feira, em Loures, após vários meses a investigar a fiscalização do trânsito rodoviário por este militar.

«O empresário pagava ao militar para que a infração ao Código da Estrada não fosse sancionada», sendo ambos suspeitos de corrupção.