Um juiz de instrução decretou a prisão preventiva para um homem de Vila Nova de Gaia que a Polícia Judiciária (PJ) indiciou por abusar sexualmente de uma criança.

Um comunicado da PJ, citado pela agência Lusa, indica que as agressões sexuais imputadas ao arguido, de 48 anos, tiveram início em janeiro de 2012 e prolongaram-se durante três meses, na residência da vítima, então com 12 anos de idade.

O suspeito frequentava a casa do menor com regularidade, por ser vizinho e ajudar monetariamente a família, explica o comunicado.