Para esta segunda-feira, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) prevê para as regiões norte, céu geralmente muito nublado, com períodos de chuva, sendo pontualmente forte na região norte e interior centro a partir do início da tarde.

O vento será fraco a moderado (10 a 30 km/h) do quadrante leste, soprando temporariamente moderado a forte (30 a 45 km/h) com rajadas até 80 km/h na faixa costeira a sul do Cabo Carvoeiro até ao início da tarde, tornando-se do quadrante sul durante a tarde.

Já nas terras altas, o vento soprará moderado a forte (30 a 45 km/h) do quadrante leste, tornando-se do quadrante sul durante a manhã.

Prevê-se ainda uma pequena subida da temperatura mínima e uma descida da temperatura máxima na região norte e interior centro.

Para a região sul, o IPMA prevê também céu geralmente muito nublado, com períodos de chuva, sendo pontualmente forte no litoral a sul do Cabo de Sines até ao início da manhã.

O vento será fraco a moderado (10 a 25 km/h) do quadrante sul, soprando moderado a forte (25 a 45 km/h) no litoral, por vezes com rajadas até 80 km/h na faixa costeira, tornando-se do quadrante oeste no Algarve a partir do final da tarde.

Nas terras altas, o vento soprará moderado a forte (30 a 45 km/h) do quadrante sul.

Quanto às temperaturas, em Lisboa vão oscilar entre 14 e 17 graus Celsius, no Porto entre 14 e 18, em Braga entre 13 e 20, em Viana do Castelo entre 14 e 19, em Vila Real entre 12 e 15, em Bragança e Viseu entre 11 e 13, em Coimbra entre 14 e 17, em Leiria entre 13 e 20, na Guarda entre 9 e 10, em Castelo Branco entre 12 e 15, em Santarém entre 13 e 19, em Évora e Beja entre 11 e 17, em Faro entre 14 e 19, no Funchal entre 14 e 22, em Angra do Heroísmo entre 18 e 20 e Santa Cruz entre 15 e 18.
 

Quatro barras fechadas


Quatro barras do continente estão hoje fechadas a toda a navegação e outras seis condicionadas devido à previsão de agitação marítima forte, informou a Marinha portuguesa.

De acordo com a informação disponível na página da Marinha na Internet às 06:00, as barras de Caminha, Vila Praia de Âncora, Esposende e São Martinho do Porto estão fechadas à navegação, devido à previsão de agitação marítima forte.

A Marinha informou também que as barras da Figueira da Foz, Faro e Vila Real de Santo António estão condicionadas a embarcações com comprimento inferior 11 e 10 metros, respetivamente.

A barra de Póvoa do Varzim está condicionada a embarcações com calado superior a dois metros e as embarcações devem navegar apenas duas horas antes e depois da preia-mar.

Na barra de Vila do Conde, a restrição é para embarcações com calado superior a 12 metros, enquanto a de Aveiro está fechada a embarcações com comprimento inferior a 15 metros.

O IPMA prevê para hoje ondas de noroeste, com três a quatro metros.
 

Doze distritos em aviso amarelo


O IPMA aumentou para 12 o número de distritos do continente sob "Aviso Amarelo" devido à previsão chuva, por vezes forte.

Segundo o IPMA, aos distritos de Beja, Faro, Lisboa e Setúbal que estão hoje sob "Aviso Amarelo", devido à previsão de agitação marítima, juntaram-se os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Viseu, Vila Real, Bragança e Guarda, devido à previsão de chuva forte.

Em Beja, Faro, Lisboa e Setúbal estão previstas ondas de noroeste, com três a quatro metros, entre as 04:00 e as 21:00 de hoje, sendo que em Faro o aviso para a agitação marítima prolonga-se até às 00:00 de terça-feira.

Os quatros distritos estão também sob "Aviso Amarelo" devido à previsão de vento moderado, por vezes forte, com rajadas até 80 km/hora na faixa costeira, entre as 04:00 e as 15:00 de hoje.

Já os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Viseu, Vila Real, Bragança e Guarda vão estar sob "Aviso Amarelo" devido à previsão de chuva forte, sendo que o aviso irá vigorar entre as 15:00 e as 00:00 de hoje.

O "Aviso Amarelo", o terceiro mais grave numa escala de quatro, significa risco para determinadas atividades dependentes do estado do tempo.