Mais de dois mil operacionais combatiam às 10:00 incêndios no distrito de Castelo Branco, Portalegre e Coimbra, sendo que o fogo da Sertã é o que mobilizava mais meios, 957, segundo a Proteção Civil.

De acordo com informação disponível na página da Internet da Autoridade Nacional da Proteção Civil, o incêndio que mais preocupa é o que lavra na Sertã, que começou no domingo e se estendeu aos concelhos de Proença-a-Nova e Mação, no distrito de Santarém (que chegou a ameaçar a sede do concelho e casas e que já está desde a madrugada de hoje em fase de rescaldo).

Este incêndio na localidade de Mosteiro de São Tiago, freguesia de Várzea dos Cavaleiros, concelho da Sertã, distrito de Castelo Branco, tinha, às 10:00 três frentes ativas e estava a ser combatido por quase mil operacionais, com o apoio de 309 veículos.

Também no distrito de Castelo Branco, já foi dominado o incêndio em Malhadal, no concelho de Proença-a-Nova, que deflagrou na quarta-feira às 20:28 e que mobiliza 182 operacionais, com o auxílio de 57 veículos.

Por dominar está também o fogo que deflagrou na quarta-feira em São Mamede, na freguesia de Lorvão, concelho de Penacova, que tem cinco frentes ativas e mobiliza 500 operacionais, com o auxílio de 154 veículos.

No distrito de Portalegre, continua por dominar o incêndio em Albarrol, freguesia de Arez e Amieira do Tejo, no concelho de Nisa, que tem duas frentes ativas e mobiliza 234 operacionais, com o auxílio de 65 meios terrestres.

Também em Nisa, está por controlar o incêndio com duas frentes ativas, na localidade de Portas de Rodão, na freguesia de Santana, que está a ser combatido por 152 operacionais, com o apoio de 42 veículos.

A ANPC dava ainda conta de um incêndio na localidade de Abrunhosa do Mato, freguesia de Cunha Baixa, concelho de Mangualde, distrito de Viseu, que está a ser combatido por 76 operacionais, com o apoio de 27 veículos.

 

A23 reaberta

A Autoestrada da Beira Interior (A23) foi reaberta, após ter estado várias horas cortadas entre Abrantes e Gardete (concelho Vila Velha de Ródão) devido aos fogos, disse hoje, pelas 01:30, à Lusa, fonte da GNR.

Pelas 19:00 de quarta-feira, a GNR informou que a A23 estava cortada ao trânsito nos dois sentidos, entre o nó de Abrantes, no distrito de Santarém, e o nó de Gardete, no concelho Vila Velha de Ródão, no distrito de Castelo Branco entre os quilómetros 41 e 92, devido à ocorrência de incêndios na zona.