Um incêndio que deflagrou ao início da tarde no vau, concelho de Óbidos, está a ser combatido por 107 operacionais e dois meios aéreos, segundo dados da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

O fogo lavra desde as 14:53 na freguesia do Vau, no concelho de Óbidos, distrito de Leiria, numa zona de povoamento florestal com eucalipto, próxima da Lagoa de Óbidos, onde se localizam vários empreendimentos turísticos.

De acordo com o comandante dos bombeiros de Óbidos, Carlos Silva, “as chamas estiveram sempre em locais bastante distantes dos empreendimentos”, não havendo “casas em risco”.

“O vento e a intensidade do combustível” são, segundo o comandante os maiores entraves ao combate ao incêndio que, às 16:45, entrou em fase de resolução.

No local estão 107 bombeiros de várias corporações de Lisboa, da região do Oeste e do norte do distrito de Leiria, apoiadas por 26 viaturas e dois meios aéreos, um dos quais da AFOCELCA, um agrupamento de Empresas que incluía a Aliança Florestal (Grupo Portucel-Soporcel), Celbi (Stora-Enso), e Silvicaima (Caima).