Um incêndio florestal a lavrar desde as 15:00 desta terça-feira no concelho de Miranda do Corvo está a ser combatido por quase 183 operacionais, entre os quais 158 bombeiros, informaram fontes da Proteção Civil.

Uma fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra disse à agência Lusa que o fogo, detetado cerca das 15:00, está a desenvolver-se na freguesia de Semide e que estão a ser «mobilizados muitos meios» para combater as chamas.

O vento que se faz sentir na zona «está a provocar muitas projeções», fazendo com que o incêndio, agora com duas frentes, esteja a alastrar para outros locais, adiantou a fonte do CDOS.

Às 18:05, segundo a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil, este fogo florestal estava a ser combatido 183 operacionais, sendo 158 bombeiros, apoiados por 50 viaturas e um helicóptero.

O comandante das Operações de Socorro no local e comandante dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo, Fernando Jorge, disse à Lusa que pelo menos 18 corporações da região já estão envolvidas nos trabalhos.

«Há muito vento e muitas projeções», confirmou Fernando Jorge, indicando que o fogo lavra próximo da povoação do Senhor da Serra.