A GNR deteve em Macedo de Cavaleiros, no distrito de Bragança, dois homens por alegadamente terem provocado um incêndio florestal de forma negligente, divulgou esta terça-feira aquela força policial.

Os dois indivíduos estavam a efetuar trabalhos de corte de ferro com uma rebarbadora e as faúlhas geradas pela máquina terão dado origem a um incêndio num olival, de acordo com informação prestada à Lusa pelas Relações Públicas do Comando Distrital de Bragança da GNR.

O incidente ocorreu na tarde de segunda-feira, num olival pertencente à Cooperativa Agrícola de Macedo de Cavaleiros, nas proximidades da cidade transmontana, segundo ainda a fonte.

Os detidos têm 29 e 35 anos e um deles foi notificado para comparecer esta terça-feira em Tribunal e o segundo foi conduzido pelas autoridades ao interrogatório judicial.

As medidas de coação a que os dois homens ficarão sujeitos são ainda desconhecidas.