A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu no Alentejo mais de mil litros de azeite falsificado, num valor estimado de três mil euros, informou esta quarta-feira aquela instituição em comunicado.

Segundo a ASAE, na operação «Óleo de Ouro», que decorreu na semana passada no Alto Alentejo, foram apreendidos «1.030 litros de azeite falsificado acondicionados em 206 garrafões, e 358 rótulos, tudo num valor aproximado de 3.000 euros».

Durante a operação, dirigida ao circuito de produção e comercialização de azeites, foi detetado um distribuidor que comprava óleo alimentar embalado em garrafões de 5 litros, removia o rótulo original e colocava outro com as indicações de «azeite virgem alentejano», de lote inexistente e produzido por uma empresa fictícia.

«Após análise laboratorial efetuada ao azeite apreendido, constatou-se de que se tratava de uma mistura de óleos vegetais e, consequentemente, instaurado processo-crime por fraude sobre mercadorias», adiantou a ASAE.