Todos os distritos chumbam na média dos exames do 9.º ano, mas Coimbra apresenta a negativa mais alta, com uma média de 2,72 valores nas provas de Português e Matemática, em mais de sete mil exames realizados.

De acordo com a lista realizada pela Agência Lusa, que hierarquiza os distritos tendo em conta os resultados médios nos exames, com base na informação disponibilizada pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC), Coimbra é a região do país com melhores resultados nos exames do 9.º ano, apesar de a média ser negativa.

No fundo da lista, que tem também em conta as ilhas e as escolas portuguesas no estrangeiro, fica a região autónoma dos Açores, com a pior classificação média (2,2 valores em 4537 exames realizados).

Lisboa e Porto são os distritos com mais provas realizadas ¿ 36.567 e 34.825 exames, respetivamente ¿ e ocupam o 6.º e o 10.º lugar na lista de resultados por distrito, com médias de 2,64 valores, no caso de Lisboa, e de 2,58 valores, no caso do Porto.

Viseu é o 2.º melhor distrito, com uma média de 2,673 valores em 6.567 exames realizados, e Aveiro ocupa a 3.ª posição, ao conseguir uma média de 2,67 valores nos 12.775 exames realizados.

Na lista dos três piores classificados juntam-se aos Açores o distrito de Beja (2,38 valores em 2.072 exames) e a região autónoma da Madeira (2,42 valores em 5.071 exames).

Porto tem melhor escola a Matemática, Cascais a Português

O Colégio Horizonte, no Porto, registou este ano a melhor média nos exames de Matemática do 9.º ano, e o Colégio Inglês de São Julião, em Cascais, lidera a classificação a Português, ambos com médias superiores a quatro valores.

De acordo com a lista realizada pela Agência Lusa, que hierarquiza as escolas tendo em conta os resultados médios nos exames e a informação disponibilizada pelo Ministério da Educação e Ciência (MEC), o Colégio Horizonte, no Porto, foi a escola com melhores resultados a Matemática, atingindo uma média de 4,27 valores em 11 exames realizados.

A média de exames no Colégio Horizonte a Matemática supera a média da classificação interna final (CIF), que se fixou nos 3,73 valores. Quanto à classificação nos exames de Português, o colégio do Porto ocupa a 28.ª posição em 1.308 estabelecimentos de ensino que realizaram provas finais do 9.º ano.

Já o Colégio Inglês de São Julião, em Cascais, lidera a lista das médias de exames a Português, com uma nota de 4,2 valores em 15 exames realizados, e uma média na CIF de quatro valores. Já a Matemática, esta escola ocupa o 45.º lugar, com uma média de exames de 3,6 valores e uma CIF média de 4,13 valores.

A Matemática, a lista das cinco escolas melhor classificadas inclui ainda o Colégio de Fornelos, em Fafe (com média de 4,2 valores em 15 exames realizados); o Colégio Plátanos, em Sintra (4,19 valores em 57 exames); Externato Nossa Senhora da Paz, no Porto (4,14 valores em 22 exames); e Externato As Descobertas, em Lisboa (4,13 valores em 15 exames).

Em todas estas escolas a média de exames superou a média das classificações internas, geralmente mais altas por contemplarem o trabalho realizado ao longo do ano.

Já a Português, a listagem das cinco escolas melhor classificadas inclui ainda o Colégio Oriente, em Lisboa (4 valores em três exames); o Externato Nossa Senhora da Paz, no Porto (3,91 valores em 22 exames); o Colégio dos Cedros, em Vila Nova de Gaia (3,87 valores em 15 exames); e o Colégio Mira Rio, também em Lisboa (3,82 valores em 22 exames).

A Português apenas as três melhor classificadas superaram ou igualaram nos exames a média da classificação interna que tem também em conta o trabalho em sala de aula.

No entanto, os resultados estão longe de ser maioritariamente positivos: 86,24% das escolas (1.128) tiveram médias negativas nos exames de Matemática, e os resultados pioram ligeiramente a Português, com 86,62% das escolas (1.133) a chumbarem nos exames.