Uma mulher de 33 anos foi detida e vai aguardar julgamento em prisão preventiva por suspeitas de roubos e furtos a homens e a estabelecimentos comerciais, divulgou hoje o Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora.

Em comunicado publicado na sua página de Internet, o DIAP de Évora indicou que a detenção foi efetuada na quinta-feira, no âmbito de inquérito onde se investigam suspeitas da prática de crimes de roubo.

Segundo o DIAP de Évora, a arguida é suspeita de abordar habitualmente homens que se encontrem sozinhos para lhes subtrair objetos de valor ou dinheiro e efetuar furtos em estabelecimento comerciais.

A mulher está indiciada pela prática de nove crimes de roubo agravado, um crime de furto com violência depois da subtração e dois crimes de furto simples, adiantou, acrescentando que, neste processo, o Ministério Público é coadjuvado pela PSP de Évora.

O DIAP de Évora realçou que um juiz de instrução criminal de Évora decidiu aplicar à arguida a medida de coação de prisão preventiva, por se entender verificar-se perigo de continuação da atividade criminosa.