É o primeiro estudo epidemiológico sobre a anemia em Portugal. O Anemia Working Group quis perceber a prevalência da doença e do défice de ferro na população portuguesa.

As conclusões são alarmantes: um em cada 5 adultos sofre de anemia, contas feitas a prevalência da anemia em Portugal chega aos 19,9%.

É a sul onde a doença mais se fez notar e também na região de Lisboa e Vale do Tejo, com maior incidência nas mulheres e nos grupos etários entre os 18 e os 34 anos e os maiores de 75.

Mas a conclusão mais grave é que 84% dos indivíduos com anemia não sabe que tem a doença e apenas 2% dos indivíduos com esta patologia estão a fazer tratamento.

O tratamento é simples é feito com acido fólico ferro e vitamina B12, se não for curada esta patologia pode degenerar em insuficiência cardíaca ou renal grave, mas o importante é mesmo prevenir.