Menos acidentes rodoviários mas mais mortos e mais feridos foram registados no terceiro fim de semana de agosto do que no mesmo período do ano passado, segundo um balanço divulgado esta segunda-feira pela GNR.

Na 5ª fase da Operação Hermes, de intensificação das ações de vigilância em seis fins de semana do verão, a GNR esteve a patrulhar as estradas entre os dias 25 e 27, tendo registado 596 acidentes (menos 22 que no período homólogo de 2016), quatro mortos (mais três), 27 feridos graves (mais 14) e 232 feridos ligeiros (mais 24).

Os militares da guarda realizaram também várias ações de fiscalização, nas quais detiveram 136 condutores, 96 por condução com taxa de álcool no sangue igual/superior a 1,2 gramas/litro e 24 por falta de carta de condução.

Foram também detetadas 3.854 infrações, destacando-se 1.053 por excesso de velocidade, 321 por condução com uma taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei e 137 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças.

A Operação Hermes decorre durante todo o período de verão e a última fase da operação (6ª) decorrerá entre 1 e 3 de setembro.