A GNR revelou hoje que está a realizar em todo o país uma operação de fiscalização à condução sob o efeito do álcool e de substâncias psicotrópicas, estando mobilizados para esta ação 5.500 militares.

Em comunicado, a Guarda Nacional Republicana adianta que durante a operação, que teve início na segunda-feira e termina no domingo, os 5.500 militares da Unidade Nacional de Trânsito, da Unidade de Intervenção e dos comandos territoriais vão realizar 2.539 ações de fiscalização.

Segundo a GNR, as ações vão estar direcionadas para as vias onde as infrações por excesso de álcool e por consumo de substâncias psicotrópicas são mais frequentes.

Em 2014, 26,6 por cento das vítimas mortais registadas nas estradas tinha uma Taxa de Álcool no Sangue (TAS) superior ao máximo permitido por lei e, desse universo, cerca de 80 por cento apresentava uma TAS que já configura crime (igual ou superior a 1.20 gramas por litro), refere a corporação.

Face a esta realidade, a GNR sublinha que tem intensificado as ações de fiscalização ao álcool e às drogas no sentido de prevenir os acidentes de viação associados a estas substâncias.