Um homem, de 53 anos de idade, com antecedentes por crimes contra o património, liberdade pessoal e contra a vida em sociedade, foi detido na segunda-feira em Espinho (Aveiro) pela Polícia Judiciária por suspeita de abuso sexual a um rapaz de 19 anos incapaz de resistir, informou esta terça-feira aquela polícia.

Em comunicado de imprensa enviado à comunicação social, a Polícia Judiciária indica que o detido terá tirado partido do facto de ser conhecido e vizinho da vítima que sofre de uma profunda incapacidade motora e mental.

Segundo a Judiciária, a arguido aproveitou-se “da situação de particular fragilidade e vulnerabilidade da mesma, convenceu-a a acompanhá-lo para um local próximo da praia” e “concretizou os abusos sexuais” durante a tarde de segunda-feira transata, na cidade de Espinho.