“Os níveis elevados de açúcar [no sangue] não têm efeito direto nos espermatozoides, mas poderão comprometer a produção de esperma, contribuindo assim para a infertilidade masculina, evidencia um estudo desenvolvido por uma equipa de investigadores do CNC”, afirma uma nota da Universidade de Coimbra (UC), divulgada esta quarta-feira.

O elevado nível de açúcar no sangue (a hiperglicemia) “desempenha um papel importante, mas não decisivo, na disfunção do espermatozoide maduro”, sustenta Sandra Amaral, especialista que lidera o estudo.


hiperglicemia influencia mais o processo da formação dos espermatozoides





ultrapassa já um milhão de casos em Portugal







Reproduction