O Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP) esteve reunido esta terça-feira na reitoria da Universidade de Lisboa, com os reitores a saírem ao início da noite para uma reunião de urgência convocada pelo ministro da tutela, Manuel Heitor.

Cerca das 19:00 os reitores saíram sem prestar declarações, após terem sido convocados para uma reunião no Palácio das Laranjeiras, com o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, para debater o financiamento das universidades e politécnicos.

O CRUP já tinha na semana passada mantido uma reunião no Ministério das Finanças sobre a mesma matéria, que segundo os reitores foi inconclusiva.

Em causa estão as dotações orçamentais adicionais de 2017 devidas às instituições de ensino superior públicas (universidades e politécnicos), sobretudo devido a acréscimos salariais.

Numa reunião em dezembro, na qual estiveram presentes o ministro das Finanças, Mário Centeno, e o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, reitores e presidentes dos politécnicos receberam a garantia que as dotações adicionais, previstas num acordo de legislatura assinado entre as instituições e o Governo, seriam pagas, possivelmente ainda em janeiro.

No início de dezembro universidades e politécnicos foram surpreendidos com despachos do secretário de Estado do Orçamento, indicando que algumas instituições não iriam receber o reforço orçamental necessário para fazer face a pagamentos de ordenados e subsídios, com aumentos decorrentes de alterações legislativas recentes, tendo que recorrer a receitas próprias para pagar essas despesas.