A prova apresentava um texto informativo retirado de um jornal diário sobre um navegador português que empreendeu uma viagem ao Ártico, com questões que a APP considera equilibradas e pertinentes.

Aquilino Ribeiro (adaptação de “Peregrinação”, de Fernão Mendes Pinto) e Luís de Camões (“Os Lusíadas”) foram os autores clássicos escolhidos para testar os conhecimentos dos alunos, segundo informação da APP.

No parecer que elaboraram, os professores de português consideram que o grupo destinado à gramática não revelava subjetividade e que os conteúdos se enquadravam no programa e nas metas curriculares.

“Verifica-se uma articulação lógica das temáticas utilizadas ao longo da prova: viagens, época dos Descobrimento, exploração do fundo do mar”, afirma a APP no parecer que elaborou.