Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa observam no próximo dia 19 uma greve de 24 horas, disse hoje à Lusa José Manuel Oliveira, coordenador da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (Fectrans). 

Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa têm levado a cabo vários tipos de luta, desde a realização de plenários e de marchas até greves, em luta contra a subconcessão da empresa.

De acordo com José Manuel Oliveira, "a greve do dia 19 vai substituir a do dia 12, porque o pré-aviso para a greve do dia 12 estava mal elaborado".

A paralisação de 19 de maio será a quinta greve parcial desde o início do ano. Foram já realizadas greves semelhantes nos dias 24 de fevereiro, 16 e 18 de março e 28 de abril.