A autoridade que regula o setor do medicamento (Infarmed) alertou esta terça-feira para a existência de preservativos contrafeitos de uma marca e modelos comercializados em Portugal.

Numa circular informativa, o Infarmed informa que «a autoridade competente da Polónia detetou a existência de preservativos da marca Durex contrafeitos». Em causa estão lotes dos modelos Durex, Durex Extra Safe, Durex Classic e Durex Pleasuremax.

Em Portugal são vendidos os modelos Durex Extra Safe e Durex Pleasuremax, os quais são comercializados com as designações Durex Extra Seguro e Durex Dame Placer, respetivamente.

O Infarmed refere que em Portugal ainda não foram identificados preservativos da marca Durex contrafeitos.

«Atendendo a que existe livre circulação de produtos no espaço económico europeu, o Infarmed recomenda a quem possua este tipo de dispositivo médico que atente à presente informação», prossegue a circular.