A Guarda Nacional Republicana (GNR) fez na quinta-feira, na Ribeira Brava, a sua maior apreensão de droga na Madeira, com 1.050 pés de plantas de canábis e mais de sete quilogramas de sumidades, informou hoje o comando territorial.

O comunicado da guarda indica que as sumidades (extremidades dos ramos das plantas) estavam já secas e em fase de corte.

Segundo a GNR, "a apreensão decorreu no âmbito de uma investigação por tráfico de estupefacientes e foram realizadas duas buscas, uma domiciliária e uma não domiciliária, tendo um homem sido constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência".

A ação contou com o apoio de binómios cinotécnicos (guarda e cão).

"Esta apreensão de pés de canábis constitui-se como a maior de sempre efetuada pela GNR na Região Autónoma da Madeira", refere a força de segurança.