Um novo estudo divulgado recentemente revela que dormir de barriga para cima durante o último trimestre de gravidez duplica o risco de morte do bebé. Por isso, esta investigação publicada pelo British Journal of Obstetrics and Gynaecology (BJOG) aconselha as grávidas a dormirem de lado nesta fase da gravidez.

Trata-se do maior estudo alguma vez feito sobre este assunto. Foram analisados os casos de mais de 1000 grávidas: 291 tiveram partos de nados-mortos e 735 partos de nados-vivos. 

Os investigadores aconselham as mulheres que estão no último trimestre da gravidez a dormirem de lado, mesmo quando fazem apenas pequenas sestas. É indiferente que o lado escolhido seja o direito ou o esquerdo. 

O importante, referem, é que a grávida adormeça deitada de lado, não se devendo preocupar se acordar já na posição de costas. 

Não se consegue fazer nada em relação à posição em que se acorda, mas consegue-se fazer algo em relação à posição em que se adormece”, sublinhou Alexander Heazell, o orientador do estudo e diretor clínico do hospital St. Mary's, em Manchester, em declarações à BBC.

O estudo não determina com certeza o que explica esta relação entre a posição em que se adormece durante o último trimestre de gravidez e o risco de morte do bebé.

Contudo, há dados que sugerem que, quando a mulher se deita de costas, de barriga para cima, o peso do bebé e o do útero pressionam os vasos sanguíneos, o que pode restringir o fluxo sanguíneo e o oxigénio para o bebé.